Depois de Pyongyang ter realizado um novo teste com mísseis balísticos de médio alcance, esta quarta-feira, as reações não se fizeram esperar. A Coreia do Sul e o Japão exigem novas sanções contra a Coreia do Norte. Segundo o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, este teste, como os anteriores, "representam uma clara violação das resoluções do Conselho de Segurança da ONU". O Ministério da Defesa sul-coreano, adianta que foram lançados dois mísseis, que um dos lançamentos falhou, mas que o outro foi projetado a 400 quilómetros de distância. Para o porta-voz do Departamento de Estado dos EUA, John Kirby, esta situação só acelera os esforços da comunidade internacional para frustrar o programa de armamento ilícito de Pyongyang.

Comentar

{{#image}}
{{/image}}
{{text}} {{subtext}}

Notícias Recentes

Presidente de Timor solicita constitucionalidade de diplomas aprovados no Parlamento

Em causa está a nova formulação das Leis do Fundo Petrolífer...

Timor-Leste    13 agosto 2019

Alemanha suspende investimentos no Brasil

Na base da decisão está a política ambiental do Governo Bras...

Brasil    12 agosto 2019

Há 500 anos começava a primeira viagem de circum-navegação

Há 500 anos o português Fernão de Magalhães e o espanhol Seb...

Portugal    10 agosto 2019

Angola e Cabo Verde acordam fim da dupla tributação

Os governos de Angola e Cabo Verde assinaram, quinta-feira e...

Geral    09 agosto 2019

Umaro Sissoco Embaló é candidato às Presidenciais

O MADEM-G15, Movimento para a Alternância Democrata – G15, r...

Guiné-Bissau    09 agosto 2019